Portal do Governo do Estado de São Paulo

/Notícias

Servidora da Polícia Técnico-Científica vence concurso 7 anos e uma história

04/06/2019 04:52

Imagem interna

As mudanças nos últimos sete anos da vida da servidora da Superintendência da Polícia Técnico-Científica Thaísa Jacinto Aguirra garantiram a ela a vitória no concurso cultural “7 anos e uma história’. Ela é a autora da resposta mais criativa dentro do tema e vai ganhar uma viagem de sua escolha para Salvador, Foz do Iguaçu ou Florianópolis.

Os outros participantes classificados entre os cinco primeiros colocados ganharam um kit Prevcom contendo um par de canecas, porta-cartão e caderno tipo Moleskine.

No concurso, os participantes da fundação deveriam enviar textos com uma história emocionante, inusitada ou divertida sobre um fato que marcou a sua vida nos últimos sete anos, tempo de operações da Prevcom.



Veja as respostas vencedoras: 



1º lugar - Thaísa Jacinto Aguirra - Superintendência da Polícia Técnico-Científica

Sete anos atrás: babá de quatro meninos, nos Estados Unidos:
Maior parte do tempo falando outra língua;
Limpa bancada da cozinha todos os dias;
Fala para as crianças organizarem os brinquedos;
Conta toda a verdade para o pai colocar de castigo quem está fazendo coisa errada.

Hoje: perita criminal especializada em genética, no Brasil:
Maior parte do tempo falando termos que parecem outra língua;
Limpa bancada do laboratório todos os dias;
Fala para os colegas organizarem as amostras;
Conta toda a verdade para a autoridade colocar de castigo quem está fazendo coisa errada.



Outros 4 melhores colocados

* Luis Américo Muniz - Departamento de Estradas e Rodagem

O horizonte ficou limitado da janela do apartamento para meu companheiro, após a sua aposentadoria. A opção seria a pequena cidade do interior, mas como trocar anos de convívio indiferente com doze milhões pela curiosidade de dois mil vizinhos?
Pedi transferência em 2012 e nossa vida se revolucionou.
Dos coqueiros do jardim às folhas secas das mangueiras no quintal (lembrando Cartola), do canto dos galos à recepção calorosa da labrador me esperando no portão, dos churrascos e cervejas com amigos às quermesses da igreja.
Sim, tudo revigorado, coroado com nosso casamento no final de 2018. 



* Rosana Capassi – Fundação Seade

O que mudou minha vida nos últimos sete anos foi a educação financeira obtida em livros, vídeos e palestras, bem como minha determinação em seguir um plano de investimentos atrelado a objetivos de curto, médio e longo prazo, como a previdência privada.
Para tal, foi preciso rever os gastos para providenciar um fundo de reserva para emergências. Deixar de pagar juros e passar a recebê-los, com o tempo trabalhando a meu favor, isso fez toda a diferença na realização do meu sonho de visitar os castelos no Vale do Loire, em Paris, pagando à vista.
Agora, meu lema é juntar primeiro, gastar depois!



* Flávia Oliveira Santos de Sá Lisboa - Instituto de Física de São Carlos (USP)

Corpo são, mente sã! Superação! Desafio! Liberdade! Autoconhecimento! Tudo que a corrida me proporcionou nos últimos anos. Uma conquista a cada treino, a cada prova, uma concorrência leal, do eu comigo mesma. A corrida entrou na minha vida por acaso, não foi por estética, nem para emagrecer ou ficar forte. Simplesmente comecei, timidamente, por influência da turma da ginástica que já estava correndo no grupo da universidade. E assim, sem querer e com muito suor, marquei muitos gols: qualidade de vida, saúde, disposição, concentração, perspectivas, companheirismo e boas amizades. 



* Cassandra Galliza - Universidade de São Paulo

Nos últimos sete anos eu não me casei e não tive filhos. Não comprei um apartamento novo nem fiz grandes viagens. Mas passei por um divórcio que ressinificou tudo o que eu já havia conquistado. Passei o apartamento para meu nome, agora de solteira, e passei a vivenciar a maternidade de uma forma diferente, curtindo mais minha filha e fazendo viagens mais curtas, sempre com ela.
Esse novo olhar para a vida foi possível pela certeza do apoio que recebemos de amigos, familiares e até mesmo dos consultores dos investimentos financeiros realizados, o que nos dá a garantia de que não estamos sós agora e não estaremos no futuro.  



Os critérios utilizados para a escolha foram: veracidade (história real), adequação ao tema, criatividade, ineditismo e ortografia (nesta ordem).   

Confira o regulamento completo aqui.

;