Opção de tributação do IR

Ao se inscrever em um dos planos da Prevcom, o servidor deve escolher a forma de tributação do Imposto de Renda: progressiva ou regressiva. Ele deve atentar-se ao fato de que é uma predileção irretratável, não podendo ser alterada no futuro (conforme a Lei 11.053/2004).


A escolha pode ser feita no momento da adesão ou por meio do Termo de Opção de Tributação de IR. Ela deve ser efetivada, impreterivelmente, até o último dia útil do mês posterior ao do ingresso no plano de benefícios.


Indique seu plano e baixe o Termo de Opção.
Não sabe qual é o seu plano? Clique aqui

O PREVCOM RP, o PREVCOM RG e o PREVCOM RG-UNIS atendem servidores do Estado de São Paulo


O PREVCOM MS atende servidores do Estado de Mato Grosso do Sul


O PREVCOM MT atende servidores do Estado de Mato Grosso


O PREVCOM RO atende servidores do Estado de Rondônia


O SP Previdência atende servidores do Município de São Paulo/SP


O PREVCOM MULTI atende servidores do diversos municípios diferentes








Caso o participante não realize a opção, será enquadrado automaticamente pela Receita Federal no regime progressivo.

É importante ressaltar que a contagem de tempo para tributação no regime regressivo é feita a partir da data de início de cada aporte de contribuições e não da adesão ao plano. (No regime progressivo é levado em consideração apenas o valor do benefício).


Antes da escolha, é necessário observar os seguintes parâmetros:

  • O tempo que manterá o montante investido no plano.

  • O valor aproximado que será acumulado.

  • O valor total de rendas do participante e os possíveis abatimentos da renda tributável.

Entenda as diferenças

Tributação Progressiva

  • É o regime mais conhecido: incide nos salários das pessoas físicas todos os meses.

    Nesta opção, a alíquota do IR cresce de acordo com o aumento da renda, por isso o nome progressiva.

  • As alíquotas variam de zero a 27,5% e, no recebimento do valor acumulado, os valores retidos poderão ser utilizados para compor a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda.

  • Baseia-se no valor do beneficio ou do resgate recebido.

  • Permite deduções.

  • Há faixa de isenção.

  • Valores recebidos como resgate são tributados na fonte pela alíquota de 15%, como antecipação do Imposto de Renda devido na declaração anual (no momento de Declaração Anual, o contribuinte efetuará os devidos acertos). Já os valores recebidos como benefício são tributados pela Tabela Progressiva Mensal. Portanto, para benefício de valores baixos (até o limite superior correspondente à alíquota de 7,5%), o regime progressivo é a melhor opção.

  • O benefício recebido por meio de renda mensal incorpora a outros rendimentos para fins de apuração na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda (modelo completo).

Base de cálculo mensal
Até R$ 1.903,98
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68
Acima de R$ 4.664,68
Alíquota
-
7,5%
15%
22,5%
27,5%
Parcela a deduzir
-
R$ 142,80
R$ 354,80
R$ 636,16
R$ 869,36


Tributação Regressiva

  • A alíquota do IR diminui com o passar do tempo, até chegar ao percentual mínimo de 10%.

  • A tributação é exclusiva na fonte, ou seja, não pode ser utilizada para compor a declaração anual e as alíquotas variam de acordo com o tempo de permanência no plano.

  • Baseia-se no período de acumulação dos recursos de cada aporte.

  • Não permite deduções

  • Não há faixa de isenção.

  • Valores recebidos referentes a resgate ou benefício são tributados de acordo com o prazo de acumulação e com alíquotas decrescentes.

    Assim, para benefício acima de R$ 4.664,68, nos quais a aplicação é mantida por mais de 4 anos, o regime regressivo é a melhor opção.

    Lembre-se: no regime progressivo a alíquota para valores acima de R$ 4.664,68 é de 27,5%.

  • Na opção pelo benefício de renda mensal, por tratar-se de tributação exclusiva na fonte, o total anual da renda paga não se incorpora a quaisquer outros rendimentos na Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda (modelo completo).

Tempo de contribuição
Até 2 anos
De 2 a 4 anos
De 4 a 6 anos
De 6 a 8 anos
De 8 a 10 anos
10 anos ou mais
Alíquota (%)
35
30
25
20
15
10


E lembre-se: se você tem a contrapartida, a dedução das contribuições para a Prevcom até o percentual correspondente ao limite do patrocinador (conforme o regulamento do seu plano), não se sujeita ao limite previsto de 12% do total dos rendimentos computados na determinação da base de cálculo do imposto devido na Declaração de Ajuste Anual.


Por sua vez, o valor de contribuição excedente a esta alíquota poderá ser deduzido desde que, somado a eventuais contribuições a outros planos de previdência, não ultrapasse 12% do total dos rendimentos computados na determinação da base de cálculo do imposto devido na declaração de rendimentos.


Entenda melhor aqui

Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo

Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2701 - Jardim Paulista, São Paulo/SP - 01401-000

Atendimento ao participante

(11) 3150-1943/1944 (Grande SP)

0800-761-9999 (demais localidades)

segundas às sextas-feiras, das 10h às 16h

Atendimento ao patrocinador

(11) 3150-1977

segundas às sextas-feiras, das 10h às 16h

Atendimento presencial

Segundas às sextas-feiras, das 10h às 16h, somente na sede da fundação

Se preferir, envie-nos um email

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos termos de uso e política de privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente destas condições.

Posso ajudar?
;